• ClinicaSingular

Qual o papel da família na recuperação da dependência química?

A Dra. Fernanda Liboni Cavicchioli, psiquiatra da Clínica Singular, de Londrina. diz que os familiares têm o papel de dar apoio, sem julgamentos, e ajudar o paciente na sua reabilitação. “No entanto, há casos em que a família pode facilitar o tratamento ou prejudicá-lo — se for conivente com as ideias do dependente de burlar nesse processo, por exemplo. Também é fundamental que as pessoas saibam lidar com a codependência, ou seja, o desenvolvimento dos mesmos sintomas de quem sofre com o vício — depressão, ansiedade e sentimento de responsabilidade pelas atitudes geradas pela dependência”.

A psiquiatra explica que, desse modo, os entes queridos precisam ser bem orientados para não adoecerem, necessitam de psicoterapia, um trabalho de psicoterapeuta holístico, entender bem o que é a dependência química e ter pulso firme para ajudar na evolução do tratamento.



Preocupado com o assunto? Querendo mais informações? Ligue (43) 3325-3000 para obter mais informações ou agendar consulta. Na Singular, você é sempre bem-vindo. Nossos especialistas estão à sua disposição!

0 visualização0 comentário