• ClinicaSingular

Na família, respeitar a dor do outro é contribuir para a saúde mental de todos

É muito comum encontrar famílias sofrendo com uma pessoa querida em depressão, seja pelo motivo de não saber como ajudar, ou ainda, pela demora muitas vezes de se diagnosticar de fato a depressão e a demora de responder ao tratamento em muitos casos. “Devemos considerar sempre que cada indivíduo percebe a sua realidade de uma maneira muito particular, por isso é necessário respeitar a dor, o sofrimento e o ponto de vista de cada um, pois colocar regras e julgamentos dentro da família sem conversar e compreender como cada um percebe esse direcionamento, pode levar um grande sofrimento para a pessoa”, explica o Dr. Diego Augusto Nesi Cavicchioli, psiquiatra geral, da Infância e Adolescência, da Singular Saúde em Medicina, de Londrina.



Preocupado com o assunto? Querendo mais informações? Ligue (43) 3325-3000 para obter mais informações ou agendar consulta. Na Singular, você é sempre bem-vindo. Nossos especialistas estão à sua disposição!

0 visualização

Av. Ayrton Senna da Silva, nº 500
sala 302 - Gleba Palhano
Londrina   CEP 86.050-460 

Clínica Singular

Saúde em Medicina

(43) 99995-3400

Tel: (43) 3325-3000

  • facebook azul
  • youtube azul
  • instagram azul
Editora Sucesso branco.png