• ClinicaSingular

Doenças mentais aumentam a chance de o paciente cometer suicídio?

O suicídio é um problema de saúde pública que não tem uma única causa definida, mas é influenciado por uma combinação de fatores, como transtornos mentais e questões socioculturais, genéticas, psicodinâmicas, filosófico-existenciais e ambientais. “E existem também doenças mentais que aumentam a chance de o paciente cometer suicídio, como depressão unipolar ou bipolar, seguido de etilismo, esquizofrenia e delirium. E existem também outras condições que apresentam outros sinais como sofrimento psíquico, desespero, desesperança, desamparo e abuso de substâncias químicas. Todos devem ser notados com cautela, mas atenção e devem ser considerados como fatores precipitantes e/ou predisponentes” ao suicídio, alerta o psiquiatra da Clínica Singular, de Londrina, Prof. Dr. Marcos Liboni. Os fatores precipitantes são agudos, geralmente passageiros na vida de alguém, mas que podem levar o indivíduo a tentar o suicídio como, por exemplo, alta recente de hospitalização psiquiátrica, modificação de situação econômica e financeira, casos de baixa autoestima e graves preocupações. Um dos caminhos é a prevenção. “A adoção de medidas preventivas se torna ainda mais necessária se considerarmos que aproximadamente 75% dos casos de suicídio ocorrem em países de renda baixa ou média que nem sempre dispõem de sistemas de saúde acessíveis a toda população”, ressalta.



Preocupado com o assunto? Querendo mais informações? Ligue (43) 3325-3000 para obter mais informações ou agendar consulta. Na Singular, você é sempre bem-vindo. Nossos especialistas estão à sua disposição!

1 visualização

Av. Ayrton Senna da Silva, nº 500
sala 302 - Gleba Palhano
Londrina   CEP 86.050-460 

Clínica Singular

Saúde em Medicina

(43) 99995-3400

Tel: (43) 3325-3000

  • facebook azul
  • youtube azul
  • instagram azul
Editora Sucesso branco.png